Inverno 2015 - Semana de Moda de NY






A abertura da temporada internacional de desfiles acontece amanhã, com o primeiro desfile da Semana de Moda de Nova York. As referências criativas que serão apresentadas por lá, refletirão nas propostas de estilo para o nosso inverno 2015, adiantando o passo para pesquisadores de moda e varejistas.

Confira o line up do evento e fique ligado por aqui para resumos diários dos desfiles:



Quinta-feira, 6 de fevereiro
12h Nicholas K
13h BCBGMaxazria
14h Richard Chai – Love
20h Marissa Webb
Sexta-feira, 7 de fevereiro
13h Peter Som
14h Kate Spade New York
16h Jason Wu
18h Rebecca Minkoff
18h Cushnie Et Ochs
20h Rag & Bone
21h Nicole Miller
21h30 Charlotte Ronson
22h Helmut Lang
Sábado, 8 de fevereiro
13h Lacoste
14h Jill Stuart
15h Prabal Gurung
17h Herve Leger by Max Azria
19h VLP
20h Altuzarra
20h30 Ivan Aguilar
21h Alexandre Herchcovitch
21h Monique Lhuillier
22h Moncler Grenoble
23h30 Alexander Wang
Domingo, 9 de fevereiro
13h Victoria Beckham
15h Derek Lam
16h DNKY
17h Tracy Reese
18h Thakoon
18h Custo Barcelona
20h Diane von Furstenberg
21h Edun
21h30 Vivienne Tam
22h Opening Ceremony
Segunda-feira, 10 de fevereiro
12h The Row
13h Carolina Herrera
14h Tommy Hilfinger
15h Theory
16h Ohne Titel
16h Dennis Basso
18h 3.1 Phillip Lim
20h Thom Browne
20h Alice + Olivia by Stacey Bendet
21h Zero + Maria Cornejo
21h Reem Acra
22h Zac Posen
23h Donna Karan New York
23h Cynthia Rowley
Terça-feira, 11 de fevereiro
12h Tory Burch
12h30 J.Crew
13h Badgley Mischka
15h Diesel Black Gold
16h Jenny Packham
16h30 Libertine
17h Naeem Khan
19h Marc by Marc Jacobs
20h30 MM6 Maison Martin Margiela
21h30 Oscar de la Renta
23h Narciso Rodriguez
Quarta-feira, 12 de fevereiro
13h Michael Kors
14h Nanette Lepore
16h Jeremy Scott
18h Betsey Johnson
18h Sass & Bide
19h Reed Krakoff
20h Marchesa
21h Anna Sui
23h Pronza Schouler
Quinta-feira, 13 de fevereiro
13h Ralph Lauren Collection
16h J. Mendel
17h Calvin Klein Collection
23h Marc Jacobs

 Site do evento: http://www.mbfashionweek.com/ 



Transparências plásticas








As transparências fincaram seu pé na moda, brincando com um antigo jogo de esconde-mostra, antes encenado pelas rendas.

Buscando materiais mais baratos e com efeitos semelhantes, as marcas têm apostado em componentes plásticos para seus produtos, sempre reforçando pesquisas para melhorar a maleabilidade, as cores e os acabamentos dos mesmos.

Em um país tropical como o nosso, pontuado pelo calor excessivo, surge uma relação de amor e ódio com o material.

O fato é que, sendo aplicado em partes específicas dos calçados e permitindo uma ventilação adequada, ele consegue um papel de destaque em criações para a temporada mais fria do ano.

Desfiles e fotos de street style vem mostrando boas propostas para acessórios em plástico.

Acompanhe:


Nos desfiles, marcas como Fendi, Prabal Gurung, Victoria Bartlett e Antipodium trazem suas propostas para o material >>

Fendi

Fendi

Fendi

Victoria Bartlett
Antipodium



Chapéus, bolsas e casacos são outras opções de produtos que se valem da maleabilidade e das infinitas possibilidades de customização >>





Burberry


Burberry



As botinhas neon ou aquelas com estampas florais aparecem como um item "tem que ter", mas todo cuidado é pouco. Apesar de permitirem amplas combinações, elas ainda não são bem vistas por serem muito fechadas.














Opções que tenham recortes laterais, perfurações ou ainda, composições com tecidos e bases que permitam a transpiração mostram-se como paliativos para quem não quer ficar de fora dessa onda.




*fotos: WGSN, Vogue UK, sites diversos.



Referências criativas - editoriais








Uma dica super bacana pra quem tem um estilo mais clássico, mas sem perder os laços contemporâneos com a moda: o trabalho da stylist Miriam Dembach.

Com uma estética elegante e sensual, ela consegue trazer propostas atuais com uma pegada no tradicional.

Vale super a pena conferir o site dela (https://miriamdembach.allyou.net/60216/work)  e ver mais cliques como estes:









Fotos: reprodução 


Referências criativas – saltos verão 2015











O verão 2015 promete ser marcado por um casal antagônico formado pelas sandálias de salto alto e fino e os solados flat, utilizados em sapatilhas e sandálias.

Os primeiros são quase arquitetônicos. Projeções milimetricamente pensadas, dando estabilidade ao caminhar, sem perder o ar de surpresa que as formas e os arranjos apresentam.

A Dsquared² traz um salto composto pela junção de outros dois saltos de madeira, unidos na diagonal. McQueen parece ter passado por uma oficina e encontrado em uma chave-de-boca o ideal para seu calçado.

Celine e Calvin Klein fazem incursões pelo metal, criando ângulos e detalhes interessantes para suas criações. Margiela apostou no acrílico, em sintonia com um dos cliques captados pelas ruas de Milão.

Outros, mais próximos do clássico, como Ferragamo e Chloé, valem-se de coberturas fachetadas em couro liso ou aspecto de cortiça.

Feminilidade, arquitetura e grandes porções de ousadia se encontrarão no verão 2015. Olho nesse meeting.


Dsquared²


Calvin Klein


Margiela


Céline


Chloé


Fendi


Ferragamo


McQueen

Street Style - Milão



























Imagens: tumblr WGSN


Referências criativas: Christian Martin Weis







Christian Martin Weiss é um fotógrafo alemão, que vive atualmente em Munique, na Alemanha. Seu trabalho iniciou com desenhos feitos a mão e, mais tarde, começou a criar digitalmente suas obras.

A fotografia veio mais tarde, quando ele percebeu que as lentes poderiam captar elementos parecidos ou iguais àqueles que ele desenhava.

Seu trabalho é dotado de uma aura sombria, pontuada por um esquema de luz que flerta com as obras de Caravaggio. Suas lentes captam um balé silencioso, poético e dark.

Para saber mais sobre ele: http://weisschristian.deviantart.com 





























Abração,
Doug Oberherr.



Referências criativas: all green




































Alguns estudos apontam que o verde é a cor que as pessoas procuram quando estão deprimidas. Por ter uma relação muito estreita com os tons da natureza, o verde cria uma sensação de conforto e bem estar, associado, ainda, com a sensação de liberdade e plenitude.

Na medicina, tanto a tradicional quanto a alternativa, a cor verde “por ser de natureza tônica, exerce influência no bom desempenho do coração e circulação do sangue. Reduz a tensão dos vasos sanguíneos e regula a pressão arterial. É um calmante do sistema nervoso, principalmente do simpático. Por agir como sedativo desse sistema, ajuda nos casos de irritação, insônia e esgotamento.” (via http://j.mp/19Zx3Zk

Para o design, o verde é a cor que representa equilíbrio, além de renovação e abundância. Visualmente, ela mistura a calma do azul com a energia do amarelo. 

“É indicada para ressaltar saúde, estabilidade, renovação e natureza. Tons claros de verde são revigorantes e vibrantes. Verde oliva é o que representa a natureza com mais eficácia. Em tons escuros transmitem harmonia, riqueza e abundância.” (via http://j.mp/14jWqk9

Aqui, ele aparece em uma série de referências criativas que vão de editoriais de moda a objetos de decoração. É interessante notar como as diferentes nuances desta cor transmitem sensações antagônicas como: animação/seriedade, jovialidade/maturidade... 






















Copyright © 2013 Fashion Insight and Blogger Templates - Anime OST.