A Cristófoli – marca de calçados femininos – vem para a Primavera-Verão 2015 inspirada em quatro tendências que conceituam democraticamente o perfil de consumo das mulheres. São elas: Luxury, Pop Art, Geo Culture e Glamour Casual.

Luxury traz a tona o lado mais vaidoso, típico das mulheres de personalidade forte e que não querem passar despercebidas. Já o estilo Pop Art retrata a ousadia com um toque bem divertido, mostrando a paixão feminina pelas artes e pelas sensações que elas podem causar. Geo Culture rompe as fronteiras e exibe uma mulher prática e decidida que busca diferenciar-se através do produto que consome sem se importar com os limites geográficos. Mais comedido, mas sem abrir mão da beleza e da elegância, Glamour Casual revela uma feminilidade discreta e refinada.

E com base nessas quatro tendências, a marca criou uma vasta coleção com modelos que evidenciam os mais variados formatos do cabedal ao salto. Por exemplo, há sandálias de tiras finas e recobertas por cristais, slippers cravejados de pedrarias, mules e chinelinhos assimétricos, com saltos flat e quadrado, além de solados emborrachados e de cortiças.




 


Pincelando dois destaques, atente para as cobiçadas huaraches, uma sandália de origem mexicana e, para as confortáveis birkenstocks que chegam com cabedal cruzado e aplicação de chatons de vidro. Ambas indispensáveis na wish list da temporada.

A matéria-prima traz além do couro, tecidos e pelos estampados, tressês, cordas e ráfias feitas com pet reciclado. Nos detalhes, a transparência é exposta nas aplicações de plástico e vidro, enquanto fivelas atuam como protagonistas junto às palmilhas coloridas.










Na cartela cromática, uma mistura de tonalidades vivas, radiantes, terracotas e suaves exibem a irreverência e o charme dos quatro estilos pesquisados para a temporada.







Modelo/Agência: Lia Kauffmann/Joy Model Management
Fotógrafo: Duda Bussolin (Bread Studio)
Direção: André Zambam - Abajur Propaganda
Produção executiva: André Zambam - Abajur Propaganda
Cachorro: Nina (Yorkshire, 3 anos) e Alfredo (Bulldog Francês, 2 anos).



Telefone: (51) 3272-3000
www.cristofoli.com.br

Referências criativas: amarelou?




Ele simboliza o verão, a energia, a prosperidade e a felicidade. Traz luz, calor, descontração e alegria. Segundo estudiosos, estimula a criatividade e o raciocínio.

Um dos maiores incentivadores do uso dessa cor era Van Gogh, que utilizava a cor com muita intensidade.

De acordo com a astrologia, é a cor que guia os signos de gêmeos, virgem e touro. O signo de leão é associado com o amarelo-ouro.

É um pigmento primário e uma cor-luz secundária, sobreposição das cores verde e vermelho.

É considerada a cor mais expansiva do espectro, sendo assim, o matiz que mais atrai o olhar. Não à toa, é usado em semáforos para despertar a atenção. Mas há uma curiosidade: se a sua visibilidade (em semáforos) for inferior a quatro segundos, o olho humano não registra a cor, o que causa muitos acidentes.

O amarelo era a cor símbolo do Imperador da Rússia e, por consequência, da monarquia russa. Na bandeira do Brasil, é usada em um losango, representando as riquezas que aqui havia quando o país foi colonizado.















É a cor usada na camisa da seleção brasileira de futebol que, por conta disso, é chamada de seleção canarinho.

A cor amarelo-ouro (dourado) representa a riqueza, o dinheiro e o ouro. Está associada à nobreza, à inteligência e ao luxo.

Na natureza, animais muito venenosos são identificados com essa cor.

É ideal para dar a sensação de calor em ambientes frios e escuros. Também proporciona concentração e atenção, por isso, é recomendável para escritórios e salas de estudo. Em excesso, pode provocar distração e ansiedade.











Wolfstore apresenta sua coleção de verão 2015 na Fimec





Wolfstore, indústria têxtil de Novo Hamburgo/RS, levará sua coleção de verão 2015 para a próxima edição da Fimec, propondo a valorização da simplicidade e da alegria das cores para a temporada. As quatro linhas criativas da marca, Simple, Nature, Extinct e Canô trazem elementos únicos, pontuados por reinterpretações de padrões e formas da natureza e da cultura urbana e popular.

Nas estampas figuram padrões geométricos, linhas suaves, sobreposições de tons pastel e cores vivas, mix de padronagens, grafitagens, colagens com elementos marinhos, folhas e flores tropicais. Efeitos molhados e acabamentos brilhantes dão um toque ainda mais vivo às estampas, combinando com a proposta divertida do verão.

Braulio Wolf, diretor da Wolfstore, comenta que os recentes investimentos em pesquisa de comportamento de consumo têm apresentado resultados positivos para a marca e para os clientes. “Entendendo melhor como e porque as pessoas consomem, identificamos as necessidades delas e nos adiantamos às exigências de nosso cliente. Isso agiliza todos os processos da cadeia produtiva e dá uma segurança maior para as marcas que trabalham conosco”.


Canô

Canô é a quarta linha criativa da Wolfstore, com caráter mais conceitual, pontuada somente por referências brasileiras. Explorando fauna e flora nativas do país, bem como elementos culturais presentes na história de cada estado brasileiro, Canô surge como uma nova fonte de inspiração para o mercado nacional, reforçando a importância de valorizarmos nossa história.




Inverno 2015 - Semana de Moda de NY






A abertura da temporada internacional de desfiles acontece amanhã, com o primeiro desfile da Semana de Moda de Nova York. As referências criativas que serão apresentadas por lá, refletirão nas propostas de estilo para o nosso inverno 2015, adiantando o passo para pesquisadores de moda e varejistas.

Confira o line up do evento e fique ligado por aqui para resumos diários dos desfiles:



Quinta-feira, 6 de fevereiro
12h Nicholas K
13h BCBGMaxazria
14h Richard Chai – Love
20h Marissa Webb
Sexta-feira, 7 de fevereiro
13h Peter Som
14h Kate Spade New York
16h Jason Wu
18h Rebecca Minkoff
18h Cushnie Et Ochs
20h Rag & Bone
21h Nicole Miller
21h30 Charlotte Ronson
22h Helmut Lang
Sábado, 8 de fevereiro
13h Lacoste
14h Jill Stuart
15h Prabal Gurung
17h Herve Leger by Max Azria
19h VLP
20h Altuzarra
20h30 Ivan Aguilar
21h Alexandre Herchcovitch
21h Monique Lhuillier
22h Moncler Grenoble
23h30 Alexander Wang
Domingo, 9 de fevereiro
13h Victoria Beckham
15h Derek Lam
16h DNKY
17h Tracy Reese
18h Thakoon
18h Custo Barcelona
20h Diane von Furstenberg
21h Edun
21h30 Vivienne Tam
22h Opening Ceremony
Segunda-feira, 10 de fevereiro
12h The Row
13h Carolina Herrera
14h Tommy Hilfinger
15h Theory
16h Ohne Titel
16h Dennis Basso
18h 3.1 Phillip Lim
20h Thom Browne
20h Alice + Olivia by Stacey Bendet
21h Zero + Maria Cornejo
21h Reem Acra
22h Zac Posen
23h Donna Karan New York
23h Cynthia Rowley
Terça-feira, 11 de fevereiro
12h Tory Burch
12h30 J.Crew
13h Badgley Mischka
15h Diesel Black Gold
16h Jenny Packham
16h30 Libertine
17h Naeem Khan
19h Marc by Marc Jacobs
20h30 MM6 Maison Martin Margiela
21h30 Oscar de la Renta
23h Narciso Rodriguez
Quarta-feira, 12 de fevereiro
13h Michael Kors
14h Nanette Lepore
16h Jeremy Scott
18h Betsey Johnson
18h Sass & Bide
19h Reed Krakoff
20h Marchesa
21h Anna Sui
23h Pronza Schouler
Quinta-feira, 13 de fevereiro
13h Ralph Lauren Collection
16h J. Mendel
17h Calvin Klein Collection
23h Marc Jacobs

 Site do evento: http://www.mbfashionweek.com/ 



Transparências plásticas








As transparências fincaram seu pé na moda, brincando com um antigo jogo de esconde-mostra, antes encenado pelas rendas.

Buscando materiais mais baratos e com efeitos semelhantes, as marcas têm apostado em componentes plásticos para seus produtos, sempre reforçando pesquisas para melhorar a maleabilidade, as cores e os acabamentos dos mesmos.

Em um país tropical como o nosso, pontuado pelo calor excessivo, surge uma relação de amor e ódio com o material.

O fato é que, sendo aplicado em partes específicas dos calçados e permitindo uma ventilação adequada, ele consegue um papel de destaque em criações para a temporada mais fria do ano.

Desfiles e fotos de street style vem mostrando boas propostas para acessórios em plástico.

Acompanhe:


Nos desfiles, marcas como Fendi, Prabal Gurung, Victoria Bartlett e Antipodium trazem suas propostas para o material >>

Fendi

Fendi

Fendi

Victoria Bartlett
Antipodium



Chapéus, bolsas e casacos são outras opções de produtos que se valem da maleabilidade e das infinitas possibilidades de customização >>





Burberry


Burberry



As botinhas neon ou aquelas com estampas florais aparecem como um item "tem que ter", mas todo cuidado é pouco. Apesar de permitirem amplas combinações, elas ainda não são bem vistas por serem muito fechadas.














Opções que tenham recortes laterais, perfurações ou ainda, composições com tecidos e bases que permitam a transpiração mostram-se como paliativos para quem não quer ficar de fora dessa onda.




*fotos: WGSN, Vogue UK, sites diversos.



Copyright © 2013 Fashion Insight and Blogger Templates - Anime OST.