Fórum de Inspiração lança apostas para o verão 2013/14

By | 11/14/2012 05:13:00 PM Leave a Comment




Palestra ministrada por Walter Rodrigues mostrou direcionamentos criativos para calçadistas e indústrias do vestuário 

Duas novidades marcaram a edição verão 2013/14 do Fórum de Inspirações: um showroom com marcas patrocinadoras e associadas da Assintecal e direcionamentos criativos que abrangem, também, a indústria de vestuário. 

alguns dos stands no evento


Os visitantes do evento que aconteceu na Fenac puderam conferir, de perto, os lançamentos de 32 marcas que expuseram seus produtos para o verão 2013/14. A iniciativa visou potencializar as criações dos expositores, estreitando o relacionamento deles com possíveis compradores. 

Walter Rodrigues abriu a palestra com uma questão que direcionou as pesquisas de sua equipe: “Como desenvolver produtos para clientes brasileiros diante da invasão ‘saudável’ de grandes conglomerados de luxo e fast fashion internacionais?” 

A partir deste ponto, foi diagnosticada a necessidade da valorização das referências que originaram a cultura brasileira atual, como forma de desenvolver uma identificação com os produtos criados por empresas nacionais. 

Seguindo a sistemática tradicional da Assintecal, foram trabalhados três conceitos que representam porções de uma coleção de moda: 60% (a base mais tradicional de uma coleção), 30% (porção destinada a inserções novas) e 10% (parte “experimental” de uma coleção). 






Conceito 3 – (10%) – Referências indígenas 

A exuberância das florestas, do artesanato (com foco nas cestarias), a utilização de plumas, linhas e ângulos retos marca a primeira aposta da temporada. Nos pigmentos, cores fortes e puras, mimetizando a pele de animais em referências renovadas: a estampa de onça aparece em tons de vermelho e branco, por exemplo. 

Como inspiração, Walter sugere olhares mais atentos às obras de Angharad Mclaren, Debby Gram, Zaha Hadid, Arrah Gregory, Alexandre Oliveira e criações expostas no Museu do pIndio. 






Conceito 2 – (30%) – Referências Africanas 

Aqui foram trabalhados os conceitos de movimento, camadas e aspectos curvilíneos. Da dança e do biotipo africano são extraídas as ideias de sinuosidade e sensualidade. Walter sugere um olhar mais aprofundado para os elementos chamados Joias da Crioula (remetendo à época pós abolição da escravatura, onde ex-escravas compravam ouro e se cobriam com peças em motivos religiosos e com grande riqueza de detalhes). 

As cores são fortes e se sobrepõem, criando efeitos de 3D e movimentos. As estampas pegam carona na geometria, justapondo elementos como círculos e quadrados. Destaque para bordados dourados e motivos religiosos. 

Referências no trabalho de artistas e designers como: Zel Nunes, Yiqing Yin, Surrogate Self, Tania Brown, Irmãos Campana (cadeira neo barroca), Adriana Varejão. 







Conceito 3 – (60%) – Referências Europeias 

Da culinária, da arte, da música e da arquitetura europeia derivam as referências deste conceito. Percebe-se uma tentativa de reconstruir uma “nova Europa” no Brasil, através das mãos de imigrantes e descendentes que resgatam elementos que recriam uma ideia de casa em uma nova terra. 

O design revela um charme contido, uma elegância clássica que cria produtos simples, mas com detalhes importantes. Foco nos rendilhados que lembram lambrequins e gradeados de antigos portões, jogos de luz e cor remetendo a vitrais, bordados e estampas florais que recriam ideias da Art Nouveau. 

Porcelanas e pratarias servem se base para cartelas de cores e estampas com forte pegada retro. Banhos envelhecidos em metais dourados e prateados além de materiais esmaltados e perolados. 

Como referências criativas, atenção a nomes como Arjuna Zbycho, Karen Grant, Chelsea Cummings e Urquiola. 





Fotos: Doug Oberher




Postagem mais recente Postagem mais antiga Início

0 comentários: